Ads Top

Ferritina alta, e agora?


O que é Ferritina?
A ferritina é uma proteína produzida pelo fígado, sendo a mais importante proteína de reserva do ferro dentro das células do nosso organismo. O ferro é um micronutriente essencial para o funcionamento do organismo, ele é utilizado para a formação da hemoglobina, a qual está presente nos glóbulos vermelhos e tem a função de transportar o oxigênio para as diversas partes do corpo.
A medição da ferritina é realizada através de exame de sangue, e sua solicitação hoje, faz parte da listagem rotineira dos exames.

Receitas Para Secar em 30 Dias 2.0: https://go.hotmart.com/F24445685P

Ferritina Alta
A ferritina alta pode indicar uma quantidade excessiva de ferro no sangue ou indicar algum tipo de inflamação ou infecção no organismo.
É isso mesmo, pode ocorrer aumento da ferritina, sem que haja excesso de ferro, na verdade é a causa mais comum, cerca de 90% dos casos indica que processos inflamatórios, infecções e alguns tipos de canceres podem elevar os níveis de ferritina. Doenças como diabetes, gordura no fígado e obesidade estão entre as principais causas. Se houver quantidade excessiva de ferro é preciso investigar uma possível hemocromatose ou outras doenças que causem tal alteração.
Normalmente, em indivíduos saudáveis o valor de referência da ferritina sérica é de 23 a 336 nanogramas por mililitro  em homens e de 11 a 306 nanogramas por mililitro em mulheres, podendo variar de acordo com o laboratório. Porém, na mulher é normal existir ferritina baixa na gravidez devido ao aumento da quantidade de sangue e da passagem de ferro pela placenta para o bebê.


Possíveis causas:
  • Infecções;
  • Doenças hepáticas;
  • Abuso de álcool;
  • Obesidade;
  • Câncer;
  • Síndrome metabólica;
  • Insuficiência renal;
  • Condições inflamatórias agudas e crônicas;
  • Excesso de hormônio tiroidiano;
  • Infarto agudo do miocárdio.

Alguns sintomas da Ferritina Alta:
  • Dor nas articulações;
  • Cansaço;
  • Falta de ar;
  • Dor abdominal;
  • Fraqueza;
  • Impotência nos homens;
  • Hiperpigmentação da pele;
  • Desordens no fígado.

Tratamento:
O primeiro passo do tratamento é procurar um hematologista para investigar a causa, se você é diabético, cardíaco ou está acima do peso, mudanças nos hábitos podem ajudar, como por exemplo, reduzir o consumo de álcool, perder peso, manter uma alimentação balanceada e pobre em ferro e vitamina C (isso porque, o ferro é melhor absorvido junto a vitamina C).
Em alguns casos, mediante avaliação de um especialista, pode ser necessário a realização da sangria, que consiste na retirara de cerca de 400 ml de sangue em períodos até que os níveis se normalizem.


Alimentos que reduzem a absorção de ferro:
Resultado de imagem para cha verdeResultado de imagem para leiteResultado de imagem para alimentos integrais
  • Tomar chás verde ou café antes ou depois das refeições para diminuir a absorção de ferro;
  • Evitar alimentos ricos em ferro (carne vermelha, gema de ovo, feijão, ervilha, salsa);
  • Evitar o consumo de alimentos ricos em vitamina C (laranja, acerola, limão) associada a ingestões de alimentos fontes de ferro ou suplementos vitamínicos. ((A vitamina C ajuda na absorção do ferro. No entanto, não se deve deixar de consumir alimentos fontes dessa vitamina, apenas deve-se ingerir em pequenas quantidades nas refeições))
  • Diminuir a ingestão de gorduras saturadas;
  • Restringir o consumo de bebidas alcoólicas;
  • Evitar as verduras verdes - escuras (brócolis, couve folha, rúcula, espinafre, cheiro verde);
  • Ingerir fontes de cálcio (leite, queijo, iogurtes e sobremesas a base de leite) antes ou após a refeição. O cálcio é um inibidor natural da absorção de ferro;
  • Comer alimentos integrais, pois os fitatos presentes nos cereais e fibras dos alimentos integrais diminui a eficiência da absorção de ferro presente nos alimentos;
  • Evitar a ingestão de frutos do mar crus;

Cuide-se! Bjos!!!
Tecnologia do Blogger.